Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Destaqu

5 tecnologias que vão transformar o mercado imobiliário

Conheça 5 tecnologias que irão revolucionar o mercado imobiliário. Como a inteligência artificial, impressora 3D, robótica, biologia sintética e os sensores, podem revolucionar o segmento imobiliário.


A inovação do mercado imobiliário vai muito além daquilo que temos visto, muito além de mídias sociais, marketing digital, mobile marketing, drones, entre outras novidades que tem aparecido. Em alguns anos,  tecnologias como, Inteligência artificial, impressão 3D, robótica, biologia sintética, algumas vezes distantes e que aparentam terem sido tiradas de algum filme de ficção científica,  vão impactar cada vez mais a nossa indústria e mudar profundamente as nossas vidas.

Veja abaixo as 5 tecnologias disruptivas consideradas as que possuem maior potencial para impactar o mercado imobiliário.  

1. Inteligência Artificial: Máquinas que aprendem sozinhas


Inteligência Artificial (ou AI, Artificial Intelligence) é um ramo da tecnologia que busca criar dispositivos que possuam a capacidade humana de raciocinar, identificar problemas, e tomar decisões. Resumindo, são máquinas inteligentes que podem executar tarefas humanas. E se você acha que isto também é coisa de ficção científica e que não estará vivo quando se popularizar, a princípio, está muito enganado. Até mesmo o algoritmo do ranking de busca do Google já conta com Inteligência Artificial. 

São várias as possibilidades de utilização da inteligência artificial no mercado imobiliário. Veja algumas delas:

  • Escolher a casa certa para comprar, o terreno certo para construir um novo lançamento imobiliário, ou a o apartamento ideal para o cliente, em geral são tarefas complexas. São várias variáveis envolvidas, e muitas vezes, várias as ofertas, estes sistemas poderiam avaliar e prever qual é a melhor opção, sendo útil para corretores de imóveis, compradores, e incorporadores.
  • Um exemplo de utilização prática, é o software imobiliário Citybldr que analisa 118 milhões de pontos e dados e 180 variáveis, para mostrar as construtoras o local perfeito para construir seu futuro empreendimento;
  • Previsão do imóvel perfeito na busca dos portais imobiliários. Atualmente os portais são passivos e oferecem aquilo que a pessoa ativamente disse que queria, com ferramentas como estas, os portais já saberiam, e com isto poderiam até mesmo oferecer mais oportunidades que o usuário nem havia pensado;
  • Atendimento online com jeito "humano", mas na verdade comandada por robôs;
  • Análise de câmeras de vigilância de obras e residências.

2. Impressora 3D


Impressora 3D são máquinas capazes de criar, ou "imprimir", basicamente qualquer tipo de coisa, usando tecnologias de impressão tridimensional. A impressora permite criar casas e empreendimentos em muito menos tempo, poluindo muito menos, e de forma muito mais barata. 

Promete causar uma grande revolução no mercado imobiliário, desde empregos, imóveis construídos, até mesmo no mercado das tradicionais maquetes. Já existem casas e apartamentos sendo construídos utilizado impressora 3D, ou seja, não é algo muito distante. 

3. Robótica


Quando pensamos em robôs auxiliando em algum tipo de trabalho, até o momento pensamos em grande máquinas, sem nenhuma conexão com o mundo humano, mudas, sem opinião, e capazes de executar trabalhos pesados e tarefas predefinidas. Mas com o surgimento, e o desenvolvimento das tecnologias com inteligência artificial, cada vez mais eles poderão ser ajudantes "humanóides" em nosso dia a dia. 

O potencial e o impacto são enormes, especialmente no que se refere ao mercado de trabalho. Andy Haldane, economista-chefe do Banco da Inglaterra, prevê que os robôs irão substituir 80 milhões de postos de trabalho nos EUA ao longo das próximas duas décadas. Grandes linhas de produção que hoje utilizam seres humanos, poderão ser substituídas por esta "nova espécie". 

Segundo os especialistas, no setor imobiliário veremos assistentes robóticos trabalhadores da construção-civil e drones autônomos que irão auxiliar no desenvolvimento do mercado.

4. A biologia sintética




O professor Drew Endy, da Universidade de Stanford, perguntou para a plateia enquanto falava no conceituado TED, "e se pudéssemos modificar um pinheiro de uma forma que ele não gerasse mais um pinheiro, mas sim, chips de computadores?".



Parece muito improvável, mas será que é impossível? A biologia sintética não só pode ser usada para criar materiais mais sustentáveis ​​e regenerativos, como bioplásticos a partir de micróbios geneticamente modificados e fermentadas, mas também poderia progredir no campo da inteligência artificial ou fontes de energia renováveis.

O mercado de biologia sintética é o menos popular das cinco tecnologias citadas neste artigo, mas se prevê que até 2020, seja um mercado no valor de U$ 38,7 bilhões. Certamente criativas empresas e profissionais do mercado imobiliário, encontrarão um jeito de lucrar com esta inovação. Que tal empreendimentos muito mais sustentáveis? 

5. Sensores e a Internet das Coisas


Os sensores são a entrada para tecnologias da internet das coisas, cidades inteligentes e uma economia mais eficiente e sustentável. Para quem não conhece, internet das coisas se refere a uma revolução tecnológica que irá conectar digitalmente ítens utilizados em nosso dia a dia. Um exemplo rápido, nosso relógio, cafeteira, máquina de lavar roupas, caixinha de ovo, terão algum dispositivo digital que estarão conectadas a internet (detalhe: todos estes exemplos já existem. Até mesmo caixa de ovo que avisa seu smartphone quando o ovo está acabando).

A integração de tecnologias da Internet das Coisas com o mercado imobiliário, já compõe um mercado relativamente desenvolvido, contudo, ainda não atingiu nem perto o nível que possui potencial de atingir, principalmente no Brasil. Oferece um grande potencial para incorporadoras que inserem automação residencial em seus projetos.

O futuro do mercado imobiliário? 

Pode parecer disruptivo, mas como sempre digo, lembram da época que armazenávamos dados em disquetes de 1.44MB, que não conseguiam nem mesmo armazenar uma música? E hoje temos armazenamento em nuvem, que por U$1, é possível comprar 1Tb de capacidade. Assim como hoje pode parecer loucura imaginar vários canteiros de obras com robôs pintando, conversando, e construindo paredes, se na época do disquete eu falasse que teríamos o 1TB por U$1, e que armazenaríamos sem precisar de dispositivo algum, você provavelmente me acharia louca. Mas não estava... O fato é que a inovação e a evolução das nossas vidas, acontece sem percebermos. Está acontecendo agora. 

A pergunta certa não é "será?", mas quando e como. :)


5 tecnologias que vão transformar o mercado imobiliário Reviewed by Mariana Ferronato on 15:24 Rating: 5
All Rights Reserved by Marketing Imobiliário - Marketingimob © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.