Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Destaqu

O fim da visita aos imóveis e dos estandes de vendas


Por Mariana Ferronato

Você está procurando um imóvel, quantos você visita? Tenho uma ex colega que me disse ter visitado 162 apartamentos durante seus 6 meses de busca. Outra, 90 em 3 meses, ao me contar a façanha, me mostrou com muito orgulho uma listinha de Excel de dar inveja até mesmo aos mais organizados. Duas histórias verdadeiras, e que acontece com praticamente todo mundo que resolve comprar uma nova casa, não?  Mesmo que você não seja muito indecisa como a minha amiga dos 162 apartamentos, talvez você visite 20, 30, 50, enfim, é o bem mais caro de nossas vidas. Faz parte muita pesquisa, e muita visita...



Mas e se não fosse mais preciso sair de casa para visitar? o/

E se eu te disser que isso não será mais preciso? Não duvide! Não será. E você estará vivo quando isso acontecer. Tudo através das tecnologias de realidade virtual.

Eu com um óculus Rift, tecnologia
de realidade virtual do Facebook.
É realmente muito perfeito. Parece que você
está no local
Como costumo dizer em minhas palestras sobre o futuro do marketing imobiliário, a realidade virtual substituindo visitas presenciais é uma das macro tendências para os próximos anos. Sem dúvida tem tudo para substituir a existência de estandes e apartamentos decorados caríssimos, mudando o conceito que temos da visita, onde para conhecer realmente um imóvel é necessário ter o deslocando físico. Quando dependemos desse deslocamento, dependemos da fila do estande, da agenda do corretor, da agenda do proprietário, do clima, do trânsito, etc etc. Com a visita através de realidade virtual, isso não seria mais problema.  Isso tudo sem contar a redução da emissão de poluentes, que liberamos quando andamos de carro até os imóveis (o seu carro + o carro do corretor e do proprietário). Tecnologias como esta podem significar milhões de veículos a menos, gerando sim um forte impacto positivo no meio ambiente. Fantástico, não?

Hoje as duas tecnologias que dão sinais de realmente conseguirem substituir a visita presencial é o Oculus Rift e o Google Cardboard. Como você pode ver nessa foto ridícula acima, eu já utilizei o Rift e foi uma experiência muito legal. Para terem uma ideia, tenho medo de altura e cheguei a ter vertigem quando o programa mostrou imagens onde eu estava virtualmente no topo do prédio, de tão perfeito que foi a experiência. Ficou claro para mim, o quanto não fará mais sentido ir visitar todos os imóveis que eu gostar, pois era tudo tão perfeito que a visita só faria necessário para aquele que eu realmente achar o MELHOR IMÓVEL. A decisão já poderia ser tomada com os óculos, só iríamos presencialmente para conferir (afinal, não dá para acreditar 100% na tecnologia quando o bem comprado vale milhares de reais, não é mesmo?)

Vamos ver alguns exemplos? Deixa eu te mostrar algumas ações que já estão sendo desenvolvidas no mercado imobiliário...


MRV CardBoard

Nunca ouviu falar em Cardboard? Caso não, o Cardboard é uma iniciativa do Google, uma espécie de óculos de papelão que a pessoa pode montar em casa,  e que na verdade trata-se de uma tecnologia de realidade virtual de baixo custo. Com a estrutura de papelão montada, é necessário baixar um aplicativo para Android ou IOS, que torna o celular uma grande lente para os olhos do usuário. Ao contrário de equipamentos caros de realidade aumentada, só é preciso encaixar o celular na estrutura para garantir a sensação de imersão adequada.




A MRV desenvolveu o MRV Cardboard um stand virtual 24 horas, onde é possível visitar 10 empreendimentos de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro. Tudo sem sair de casa. 



Plano & Plano CardBoard

A construtora levou para o Feirão da Caixa a sua iniciativa em Cardboard. O aplicativo conta com 8 empreendimentos, estes que não são 3D, e sim, fotos reais, de apartamentos já existentes.






CommonFloor Retina

Um portal imobiliário indiano, também usou a mesma tecnologia para alguns de seus usuários. Eles afirmam que na índia, pessoas que buscam imóveis pela primeira vez, demoram entre 6 meses e 1 ano até encontrar, e neste período andam cerca de 300km visitando os possíveis futuros imóveis.

Notam o potencial para menor impacto no meio ambiente e na qualidade de vida? Seriam 300km a menos, visitando imóveis sem sair de casa.








O fim da visita aos imóveis e dos estandes de vendas Reviewed by Mariana Ferronato on 03:08 Rating: 5
All Rights Reserved by Marketing Imobiliário - Marketingimob © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.