Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Destaqu

7 dicas para fazer os melhores vídeos de imóveis


Por Mariana Ferronato

Tendência que veio para ficar, os vídeos online tem se tornado a cada dia uma ferramenta mais estratégica para diversos segmentos.  Somente no Brasil,  são 7 milhões de espectadores (13% + 2013). O espectador brasileiro assiste em média 30h por semana de vídeos, sendo 22h na TV e 8h em plataformas online.

Para o mercado imobiliário, apesar de ainda serem poucas as empresas e profissionais que investem de fato na estratégia de vídeos, podemos afirmar que cada vez mais as pessoas passarão a levar em consideração a nova ferramenta. É questão de hábito, afinal, os dois sites mais acessados por 99% das pessoas, o Google e o Facebook, já estão priorizando vídeos em seus algoritmos, isto quer dizer que cada vez mais os consumidores irão conviver com vídeos e consequentemente utilizá-los na hora de consultar sobre um novo imóvel.

Se você ou sua empresa querem iniciar uma estratégia de marketing utilizando vídeos no mercado imobiliário, seguem abaixo algumas dicas:


1. Diversifique seu conteúdo
Para vender imóveis, você não precisa unicamente falar sobre um, existem outros tipos de vídeos que você, seja um corretor de imóveis, imobiliária, construtora ou incorporadora, podem utilizar. Alguns exemplos de possibilidades: 
  • Vídeos sobre a bairros ou alguma determinada localização;
  • Entrevistas com clientes satisfeitos;
  • Apresentação de um imóvel (o vídeo mais comum);
  • Vídeos educativos "como fazer", onde você explica os passos para fazer determinada coisa. Por exemplo, como financiar um imóvel.

2. Faça vídeos curtos
O tamanho de um vídeo é um fator crítico de sucesso. Muitas vezes vejo vídeos de divulgação de lançamentos que mais parecem um curta metragem do que necessariamente uma ferramenta de vendas. Em época de total falta de tempo, os consumidores definitivamente não irão assistir vídeos longos. Segundo pesquisas, a maioria dos usuários assistem por volta de 1min30seg. Não é possível fazer tão curto? Ok, então utilize NO MÁXIMO 3 minutos. Em se tratando de lançamentos imobiliários, vídeos mais longos você deve utilizar apenas quando o cliente já está interessado no produto, neste caso, ele terá paciência e vontade de saber mais detalhes.

3. Comece agora! (mas preze pela qualidade)
Ok que o importante é você fazer algo e não ficar esperando a estrutura para o vídeo perfeito, mas não faça qualquer coisa. É muito importante que seu vídeo tenha pelo menos um nível razoável de qualidade, afinal no mercado imobiliário, por nosso produto ser provavelmente o bem mais caro e complexo adquiro durante toda a vida de nossos clientes, sempre precisamos transmitir profissionalismo. Um vídeo com uma qualidade não muito boa, pode prejudicar a imagem do imóvel. Por outro lado, um vídeo legal, tem a capacidade de gerar emoções e vender muito melhor do que fotos ou um simples anúncio. Veja algumas dicas sobre qualidade de vídeos:
  • Cuidado com o áudio. Microfones de câmeras semiprofissionais e smartphones normalmente não são bons, o ideal seria você utilizar um microfone de lapela com gravador externo, mas se isto não for possível, ao menos tente gravar em horários e locais silenciosos. Os microfones são normalmente muito sensíveis então aquele barulhinho de buzina ou sirene de ambulância que você acha que "ninguém vai ouvir", tenha certeza que dará para ouvir, e o resultado será muito amador;
  • Reserve um bom tempo para gravar. Apesar de ser um vídeo de 2 minutos, por exemplo, você levará no mínimo 2h para fazê-lo;
  • Principalmente para vídeos de imóveis, cuidado com a iluminação; filmar contra a luz, por exemplo, poderá prejudicar muito a sua imagem;
  • Teste antes! Apesar de parecer um tanto complexo, não é. Se você testar rapidamente o áudio, a qualidade de sua imagem, e a iluminação, você terá um bom direcionamento.

4. A escolha do título, da descrição do vídeo e da imagem principal
  • Título: Escolha um título que reflita o que as pessoas realmente buscam. Muitas vezes vejo títulos de vídeos de imóveis que incluem coisas como o nome da imobiliária ou construtora, nome do corretor, número de telefone, mas a verdade é que as pessoas não buscam isto (95% não utilizam nome de nenhuma marca no momento de buscar um imóvel), ou seja, não faz sentido utilizar estes recursos. Opte por itens como o bairro, o tipo de produto, o número de dormitórios, o nome do lançamento (faça isto apenas se for um lançamento com uma grande campanha de marketing, onde as pessoas saibam o nome do empreendimento).

    Ainda sobre título, é possível utilizar até 100 caracteres, mas nos resultados do Youtube e Google, só aparecem 55, ou seja, seja criativo nos primeiros caracteres.
  • Descrição: Para a descrição você pode colocar mais detalhes extras, como o nome da empresa, telefone, etc etc, mas atente-se que apesar de ser possível incluir até 500 caracteres, no Youtube e Google aparecem cerca de 70, ou seja, igualmente você precisa ser criativo para atrair cliques.
  • Imagem principal: Quando você hospeda seu vídeo no Youtube, por exemplo, o site escolhe automaticamente uma pequena imagem, que aparecerá no resultado de busca. É possível editar a escolher uma outra imagem. Escolha com atenção, esta imagem também é responsável por atrair muitos cliques. Veja o exemplo abaixo:

Resultados de uma busca, qual das imagens você acha que transmite mais profissionalismo e que aparenta ter um imóvel melhor? Uma sala bonita, ou uma janela? Mesmo sem saber o conteúdo do vídeo, certamente você clicaria no primeiro. 

5. Hospedagem do vídeo
Aqui a dica é direta. Hospede no Youtube, afinal ele é bem rankeado no Google e também facilita a interação social, através de ferramentas de compartilhamento e outros recursos como favoritar o vídeo e comentários.

6. Divulgar seus vídeos é fundamental
Não esqueça de divulgar os seus vídeos. Vídeos do mercado imobiliário em geral tem pouco apelo para obter muitas visualizações sem um empurrãozinho na divulgação. As principais formas de divulgação:
  • Coloque no seu site;
  • Coloque nos portais que você investe;
  • Publique em suas redes sociais;
  • Faça campanha de publicidade paga no Facebook;
  • Faça campanha de publicidade paga no Youtube;
  • Envie para sua equipe de corretores utilizar como material de venda;
  • Envie para seus clientes;

7. Meça seus resultados
Como toda a ação de marketing, devemos medir os resultados. Para a estratégia de vídeo não é diferente. Antes de sair fazendo dezenas de vídeos, faça alguns e depois meça. Veja o que deu certo e o que não deu.  Se você hospedar no Youtube, saberá coisas como quantas pessoas assistiram, tempo médio de visualização, alguns dados demográficos, entre outros. Isto será muito importante para o direcionamento de sua estratégia. Responda coisas como:
  • Qual tipo de vídeo meu público prefere?
  • Quanto tempo em média meu público assiste meus vídeos?
  • Qual a origem das pessoas que visualizaram os meus vídeos? (elas vieram do meu site, da rede social, etc)
  • Meus vídeos aparecem bem posicionados nas buscas do Google e Youtube? 


 
7 dicas para fazer os melhores vídeos de imóveis Reviewed by Mariana Ferronato on 02:33 Rating: 5
All Rights Reserved by Marketing Imobiliário - Marketingimob © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.