Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Destaqu

Tendências para o marketing imobiliário em 2012.

Por: Mariana Ferronato


Se os profissionais especializados em tendências globais apontam para 2012 ações como mobile marketing, Social TV, realidade aumentada, entre outras ações de ponta, no mercado imobiliário brasileiro é um pouco diferente. Apesar das muitas empresas de vanguarda que apresentamos diariamente no Marketingimob, o mercado imobiliário é atualmente composto em sua grande maioria por empresas tradicionais, com um quase inexistente DNA de inovação e coragem para fazer o tal. Baseada nisto, e no que vimos nos anos anteriores, diria que 2012 será o ano em que a "ficha" da importância do marketing digital cairá para as pequenas e médias empresas. Podemos afirmar que o ano promete muito. Será o ano onde empresas e por sua vez empresários, passarão por um despertar da importância da estratégia digital, e aquelas ainda “offline”, estarão correndo atrás do tempo perdido. 



Confira abaixo os principais tópicos que podemos ressaltar sobre como será o marketing imobiliário em 2012.


1. Redes sociais mais estratégicas.
Se de 2009 a 2011 tivemos uma enxurrada de empresas que criaram seus perfis nas redes sociais, sem a  menor noção do que realizar e preparo para obter algum resultado, em 2012, estas empresas já com a bagagem do aprendizado dos anos anteriores, adotarão práticas mais estratégicas. 

Vivenciaremos um “efeito dominó”, onde as empresas que saíram na frente serão o impulso necessário para que outras milhares, que sequer possuem perfil, criem o seu, ou volte a dar atenção ao já existente.

Ainda no campo das redes sociais, podemos afirmar que em 2012: 

a) Veremos muito mais promoções, concursos, e ações com foco em movimentar as redes corporativas. 
b) Veremos muito mais corretores utilizando estrategicamente seu perfil para divulgar seus imóveis, e interagir com os perfis das empresas imobiliárias.
c) Não será mais possível pensar em um site empresarial sem a integração e divulgação das redes sociais na página principal.
d) Teremos um aumento do desenvolvimento de games nas redes sociais, e da presença de publicidade social (social ads).
e) Fan Pages do Facebook passarão a integrar os imóveis das empresas.
f) Em busca de inovação, veremos com mais frequência ações que utilizem novas redes sociais e outras ferramentas diferentes das utilizadas pela maioria (Facebook e Twitter).


2. Esforço para estar bem localizado nas buscas do Google.
As mudanças realizadas ano passado pelo Google no algoritmo de seus resultados, com o objetivo de deixar suas buscas cada vez mais relevantes e atuais, fazem com que estar nos primeiros resultados seja cada vez mais difícil e complexo. Com o “despertar digital” muitas empresas passarão a perceber a importância em ter um bom rankeamento no todo poderoso das buscas, e com isto teremos um crescimento na adesão de estratégias de SEO pelo mercado. 

Em alta: Busca por profissionais especializados em SEO, com know-how do mercado imobiliário

3. Aumento do custo dos links patrocinados.
Através da importância do marketing digital e da relevância nas buscas do Google em alta, mais empresas passarão a investir parte de sua verba de marketing em links patrocinados. Com a competitividade, teremos um aumento no custo por clique (CPC) do Google Adwords (links patrocinados do Google).

4. Significativo, porém, ainda não relevante presença de sites e aplicativos mobiles.
Apesar de especialistas anunciarem o mobile como “A" tendência para 2012, no mercado imobiliário ainda não virá com tanta força. Em comparação com o número de empresas que já aderiram a algum tipo de ação mobile, teremos um grande aumento, contudo se formos comparar com o número total de empresas do setor, não será em 2012 que a demanda virá com força total. 

Em alta: Serviços de aplicativos com baixo custo e baixa personalização - O mercado em geral ainda não paga caro por este tipo de serviço

5. Significativo, porém, ainda não relevante presença de profissionais focados em redes sociais.
Com a importância do marketing digital, e com o aperfeiçoamento das estratégias nas redes sociais, muitas empresas estarão atentas a necessidade do profissional focado na gestão das redes. Teremos um aumento na demanda deste profissional, contudo em relação ao número total de empresas que já participam das redes sociais, não será em 2012 que este novo cargo virá com tudo.

Em alta: Profissionais dos departamentos de marketing, cada vez mais devem se especializar nesta questão. O mercado (a grande maioria) ainda não pagará agência para gerenciar suas redes sociais.

6. "Eles também querem o seu próprio site " - Corretor um pouco mais autônomo, e digital.
Se por um lado a internet beneficiou as imobiliárias, por outro ele também beneficiou os seus corretores, aumentando assim a possibilidade deste depender cada vez menos da sua empresa (é uma relação sempre complicada). Em 2012, maior será o número de corretores que terão o seu próprio site, e que dominarão ferramentas digitais podendo assim desenvolver suas próprias estratégias e captar novos clientes.

Apesar do esforço, em 2012, apenas a minoria dos corretores estarão preparados para utilizar os meios digitais. Colherá frutos aqueles que forem os primeiros. 

O efeito em cadeia também faz este ser um dos fatores responsáveis pela ascensão digital do mercado. Quanto mais profissionais se engajarem na causa, maior será a velocidade da inclusão digital do segmento imobiliário.

Em alta: Cursos de capacitação digital para profissionais imobiliários.
               
7. Consumidor mais ativo, participativo e.... “reclamão”.
No mercado imobiliário não será diferente. Veremos crescer o número de clientes que questionam seus próprios amigos nas redes sociais sobre as mais diversas questões relacionadas a compra de um produto / serviço. Se por um lado isto é muito bom, por outro, é muito ruim. Também veremos um maior número de clientes que ativamente reclamam sobre empresas, serviços, produtos e profissionais. O novo consumidor “perdoará” cada vez menos.

8. Aumento do número de blogs imobiliários.
Com mais profissionais engajados na causa digital, juntamente à tendência global da colaboração, teremos um número maior de blogueiros do setor imobiliário.

9. Tendência “Anti-Imobiliária”.
Atentas a comunicação desenvolvida pelo mercado, normalmente "tradicional" e semelhante, em 2012 teremos um número maior de empresas que utilizarão uma comunicação totalmente diferente da realizada pela maioria.


Tendências para o marketing imobiliário em 2012. Reviewed by Mariana Ferronato on 20:41 Rating: 5
All Rights Reserved by Marketing Imobiliário - Marketingimob © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.