Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Destaqu

Empresas brasileiras influenciam mercado e marketing imobiliário em Angola

Por: Denis Levati

Ligados ao Brasil devido a nossa raiz histórica e vínculos culturais, alguns países africanos que apresentam bons resultados de crescimento econômico buscam em nosso país a solução para seus problemas de upgrade tecnológico e qualificação profissional. Angola é o principal e maior exemplo desta intervenção brasileira em terras africanas.


Antiga colônia portuguesa, teve sua independência declarada em 1975. A disputa por poder culminou em uma sangrenta guerra civil que se prolongou por mais de 30 anos e arrasou o país. Com a paz em 2002 e amparada pelas suas riquezas naturais (Angola é grande produtora de petróleo, possui grandes reservas de minérios nobres além de muitas terras agricultáveis) a nação africana desde então apresentou índices de crescimento elevadíssimos, sempre entre os maiores do mundo.

O Rei Pelé foi dos primeiros a investir em Angola.

Mesmo que ainda conte com uma população pobre e que necessite de ajuda para controlar problemas de saúde pública, Angola encontra no Brasil um grande parceiro comercial para reduzir o deficit profissional e de mão de obra especializada. E dentre as muitas áreas que tem aportado por lá, o mercado imobiliário tem sido um dos mais profícuos.

Infraestrutura

Mesmo durante o período de conflito as grandes obras de infraestrutura em Angola foram realizadas pelas brasileiras Andrade Gutierrez, Camargo Correa e Odebrecht. E foi esta última que construiu a hidrelétrica de Capanda, uma das maiores da África, responsável por gerir energia para a capital Luanda.


Luanda

A capital de Angola é uma cidade litorânea, localizada na costa do Atlântico e concentra quase que toda atividade econômica do país e que produziu neste período de paz uma nova classe média, ávida por bons empreendimentos residenciais. E é para suprir a necessidade deste público que cadas vez mais empresas brasileiras tem aportado em Angola. a nova classe média de Luanda que surgem empreendimentos  imobiliários. A agência de publicidade baiana Maianga produziu campanhas muito interessantes para empreendimentos como por exemplo a do Arte Yetu da Odebrecht.

Anúncio Jornal / Revista produzido pela Maianga, agência de publicidade baiana, com sede em  Angola.


Quintas do Rio Bengo

Na região metropolitana de Luanda, um consórcio de empresas Angolanas e Brasileiras conceberam um loteamento de chácaras de alto padrão e com uma infraestrutura completa. A divulgação contou com o  Rei Pelé como garoto propaganda e depois de gerar dúvidas quanto a entrega, um novo vídeo foi realizado para mostrar o estágio atual do empreendimento com 134 das 184 casas já entregues.



Acquaville

"Foi realizada uma ampla pesquisa para conhecimento dos hábitos e estilos de vida desta parcela da população angolana para elaboração de uma estratégia de sucesso, bem ajustada aos moldes de Angola, respeitando e adequando-se às suas particularidades.
O trabalho tem todo um apelo de brasilidade, que os Angolanos tanto gostam. É composto de filme para TV, de 30”, um folheto de 40 páginas utilizado no plantão de vendas do Acquaville, encartes para jornais e revistas, outdoors espalhados por toda a cidade, banners, placas, anúncios em jornais e revistas, convite e minifolheto para evento de abertura das vendas, Sandálias Havainas como brindes, entre outras ações.
Acquaville Residencial Talatona, o mega-empreendimento da Camargo Corrêa e do Grupo Espírito Santo em Angola, foi totalmente vendido na semana do seu lançamento." 


O texto é do release do empreendimento Acquaville, residencial da Camargo Correa com campanha produzida pela  Archote, empresa brasileira com mais de 35 anos de experiência em marketing imobiliário.



Vídeo institucional do Acquaville


Folheto 


Obras em estágio adiantado.

Habitação Popular

Construir habitações populares, através de descontos e subsídios do Governo Federal é o Meu Sonho, Minha Casa que tem como meta reduzir o deficit habitacional em Angola. Alguma relação como o brasileiro Minha Casa, Minha Vida? As semelhanças não param por aí, engenheiros e técnicos brasileiros emprestam sua experiência aos angolanos. Um dos principais nomes do projeto é Jaime Lerner, ex prefeito de Curitiba e ex governador do Paraná, a matéria completa está aqui na Exame Angola.


Angola é ainda um país carente, precisa ampliar sua rede de saneamento básico, melhorar sensivelmente a vida de seus cidadãos oferecendo melhorias nos sistemas de saúde, educacional e de infraestrutura. Mas nem por isso o país deve abrir mão de suas conquistas e de sua capacidade de desenvolvimento. Para os angolanos o Brasil é um espelho, o país amigo que eles podem contar em tempo de paz. Que isso nos sirva de orgulho e responsabilidade.


Empresas brasileiras influenciam mercado e marketing imobiliário em Angola Reviewed by Denis Willian Levati on 10:30 Rating: 5
All Rights Reserved by Marketing Imobiliário - Marketingimob © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.