Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Destaqu

Marketing esportivo: O futebol e o mercado imobiliário.



O marketing esportivo no Brasil teve grande ascensão nos anos 50, durante o governo de Juscelino Kubitschek. A política, cujo mote era "50 anos em 5" levou diversas organizações, tanto nacionais como internacionais, a operar no país.  No exterior surgiu à partir das restrições à publicidade do cigarro e da bebida impostas pelos Estados Unidos e parte dos países da Europa. A iniciativa de patrocínio do futebol partiu da Stock, fábrica de bebidas, que resolveu divulgar sua marca nos estádios italianos. Ele só não foi incrementado há mais tempo no futebol porque a Fifa, não permitia que as equipes tivessem publicidade nas camisas. Como alternativa, algumas empresas transformaram seus nomes em marca de material esportivo, podendo estampá-los nas camisas dos jogadores. Há caso ainda de empresas que adquiriram times para alterar a denominação do clube. Na Alemanha, o laboratório Bayer, por exemplo, passou a divulgar sua marca depois de comprar os times Leverkusen e Uerdigen. 

Em relação ao patrocínio esportivo, quando uma marca deixa de ser uma imagem corporativa e passa a oferecer experiência e emoção, ela automaticamente começa a ser vista pelo consumidor de forma diferente e é provável que fique na mente deles por bastante tempo.  A paixão do torcedor pelo seu time é um ótimo álibi para vincular uma marca e torná-la admirada de forma rápida e racional. No caso do futebol, o torcedor enxerga a empresa patrocinadora de seu clube com mais atenção e respeito. 

Atualmente no mercado do patrocínio de futebol, camisas de grandes clubes são mídias cada vez mais cobiçadas (e caras). Diferentemente do que acontecia até meados dos anos 2000, há um número crescente de empresas interessadas em atrelar sua marca ao esporte. A implantação do Estatuto do Torcedor, a escolha do Brasil como sede da Copa em 2014, a valorização dos direitos de transmissão dos jogos pela TV, o crescimento econômico – tudo favorece para o “enriquecimento” do futebol. Atentas a esta realidade, grandes empresas imobiliárias passaram a levar em consideração a utilização do marketing esportivo, onde destinam parte de sua verba para o patrocínio de clubes e jogos televisionados.



Flamengo e a Brasil Brokers


O contrato entre a Brasil Brokers e o Flamengo, firmado este ano, está em vigor até 31 de dezembro, e teve o custo de R$ 1,8 milhões.


Botafogo e a João Fortes



O patrocínio de R$ 13 milhões pago ao Botafogo foi a primeira ação de marketing esportivo realizada pela João Fortes.  Para o clube, foi o maior faturamento com patrocínio de camisa em toda história do Botafogo. 



Bahia e OAS



A OAS possui a cota máster de patrocínio do Bahia até o final de 2012.



OAS / Gafisa e Vitória





Em estratégia muito realizada no marketing esportivo, a OAS também patrocinou o clube rival do Bahia, o Vitória.


MRV e Esporte Clube Taubaté e São José Esporte Clube



A MRV Engenharia é a atual patrocinadora oficial do Esporte Clube Taubaté e do São José Esporte Clube,  times de futebol do Vale do Paraíba.


MRV e Atlético Mineiro




A MRV patrocinou o Atlético Mineiro de 2004 até 2008. Segundo sites do setor, o valor foi de 3,1 milhões.



Tenda e Cruzeiro




Em Minas Gerais a rivalidade entre os clubes era até mesmo no patrocínio. o Cruzeiro também recebeu patrocínio de uma incorporadora, a Tenda, que teve contrato com o clube no ano de 2008.


 Vasco e MRV




Segundo sites de esportes, o acordo firmado entre a MRV e o Vasco, em 2008, foi de cerca de R$ 1 milhão / mês, totalizando R$12 milhões.

Santos e Tishman


O empreendimento Mairarê, da construtora Tishman, estampou a camiseta do Santos em 2010, durante alguns jogos.


Imobiliária ERA - Liga Portuguesa - Portugal



A imobiliária portuguesa ERA, investe cerca de 3 milhões de euros no seu patrocínio a liga de futebol.


 RE/MAX e Seleção Brasileira



A Re/Max foi uma das patrocinadoras do jogo Brasil x Argentina realizado este ano (2011)





Fontes de apoio: Mkt Esportivo
Marketing esportivo: O futebol e o mercado imobiliário. Reviewed by Mariana Ferronato on 00:29 Rating: 5
All Rights Reserved by Marketing Imobiliário - Marketingimob © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.