Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Destaqu

Corretor de imóveis ocupa o 10o. lugar entre as profissões mais estressantes.

Depois de listar os empregos que trazem mais felicidade, o site de empregos CareerCast coloca, agora, na berlinda as carreiras com os piores índices de estresse. Para montar o ranking, o site avaliou 200 profissões diferentes nos Estados Unidos. Entre os critérios estavam condições do ambiente de rabalho, grau de competitividade e riscos no trabalho, além de salário e potencial de crescimento na carreira.

De acordo com um estudo recente da Associação de Psicologia Americana, 70% dos profissionais apontam seus empregos como a principal causa para sintomas de estresse. No Brasil, o cenário não é diferente, por isso a Exame.com listou as 10 profissões com os índices mais altos de estresse e consultou especialistas para entender se a história se repete no país e os motivos para isso.

10. Corretor de imóveis

A crise financeira americana (que teve seu estopim no mercado imobiliário) pode ter ajudado a colocar os corretores entre as piores profissões em termos de estresse. No ranking do CareerCast, esses profissionais apresentaram um nível de estresse de

No Brasil, de acordo com Carlos Kapudjian, diretor de Vendas da Lopes, o cenário é diferente. Otimista, ele prefere descrever a rotina de trabalho dos corretores de imóveis no país como agitada.E os motivos para isso são positivos. Impulsionado pelas facilidades de crédito, aumento da renda e bônus demográfico, o mercado imobiliário brasileiro está a todo vapor.

"O corretor precisa falar com pessoas todos os dias, conhecer novos empreendimentos, cultivar a carteira de clientes que possui, além de estar sempre com o astral bom", afirma o especialista. O resultado da combinação desses fatores podem ser jornadas de trabalho de até 12 horas por dia - mas com direito a uma maior autonomia na hora de escolher sua grade de trabalho.

Para compensar, os rendimentos mensais podem extrapolar os 30 mil reais para profissionais mais experientes. "É uma carreira que não tem limite de ganho. O salário é 100% variável, por isso, é muito competitivo". Mas, na opinião dele, isso não implica, necessariamente, em uma rotina negativa em termos de estresse.



Fonte: EXAME.com


Corretor de imóveis ocupa o 10o. lugar entre as profissões mais estressantes. Reviewed by Unknown on 13:31 Rating: 5

5 comentários:

  1. É verdade trabalho no ramo e sei muito bem o extresse que passamos. As empresas do ramo (Construtoras e imobiliárias) exploram os profissionais impondo uma rotina de trabalho só vista na China. Quanto aos ganhos de 30 mil existem em situações excepicionais. A maioria passa fome e se submete ao trabalho escravo sem nenhum tipo de ajuda ou consideração.

    ResponderExcluir
  2. Um corretor excepcional20 de maio de 2011 01:43

    Boa expressão pessoal (aparência, comunicação, informação e uma alta dose de positivismo - tudo isso é como você se mostra para o mundo, inclusive ao cliente!) é a maior ferramenta para ser um corretor EXCEPCIONAL.

    Também sou do mercado, e realmente é muito competitivo, mas não deveria ser excepcional em nosso ramo o bom português, por exemplo...

    ResponderExcluir
  3. A formatação de trabalho das grandes imobiliárias praticamente são iguais. Hoje aquele corretor qua vai até o estande para trabalhar, é usado praticamente para panfletar, imposição feita pelo sistema. Hoje estas "imobiliárias " não querem profissionais qualificados, estão dando mais atenção para os panfleteros. Corretor de imóveis ou panfletero, você decide.
    Dentro da extrutura, você é usado e abusado para ofertar, telemarketing puro, e se não fizer, é excluido de uma escala.
    Uma classe totalmente desunida e passiva perante esta imposição. Ninguém está nem aí para estas obrigações. O orgão que cuida disto (CRECI) só tem interesse em receber anuidade, não faz praticamente nada para aumentar uma comissão de 0.855% em cima de qualquer venda. Qual o motivo deste orgão obrigar as grandes a aumentar essa comissão padrão imposta pelas grandes empresas do mercado. O famoso rabo prezo.
    A minha indignação e a mesma da grande maioria dos corretores do País.
    Um classe sem força para cobrar onde quem está, parece que está de passagem e não vê esta profissão com bons olhos e sim como um quebra galho.

    ResponderExcluir
  4. A formatação de trabalho das grandes imobiliárias praticamente são iguais. Hoje aquele corretor qua vai até o estande para trabalhar, é usado praticamente para panfletar, imposição feita pelo sistema. Hoje estas "imobiliárias " não querem profissionais qualificados, estão dando mais atenção para os panfleteros. Corretor de imóveis ou panfletero, você decide.
    Dentro da extrutura, você é usado e abusado para ofertar, telemarketing puro, e se não fizer, é excluido de uma escala.
    Uma classe totalmente desunida e passiva perante esta imposição. Ninguém está nem aí para estas obrigações. O orgão que cuida disto (CRECI) só tem interesse em receber anuidade, não faz praticamente nada para aumentar uma comissão de 0.855% em cima de qualquer venda. Qual o motivo deste orgão obrigar as grandes a aumentar essa comissão padrão imposta pelas grandes empresas do mercado. O famoso rabo prezo.
    A minha indignação e a mesma da grande maioria dos corretores do País.
    Um classe sem força para cobrar onde quem está, parece que está de passagem e não vê esta profissão com bons olhos e sim como um quebra galho.

    ResponderExcluir
  5. comecei a pouco tempo na area e realmente vejo corretor sem $$$, tem dia que nem come....é duro ver isto. E ainda tem uma classe de cliente que insiste em dar o golpe no cliente para sair fora e não pagar a comissão que é devida,tem certos cliente que deveria trabalhar na area pra ver.

    ResponderExcluir

All Rights Reserved by Marketing Imobiliário - Marketingimob © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.