Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Destaqu

Relatório: Dados do Mercado Imobiliário 2014 e perspectivas para 2015


Por Mariana Ferronato

Na última quarta-feira (12/03) estive presente na apresentação do DMI - relatório de dados do mercado imobiliário, realizado periodicamente pelo portal VivaReal, através da análise dos seus quase 3 milhões de imóveis de 15 mil imobiliárias e corretores em todo o país.
 


O lançamento do DMI foi realizado em São Paulo, em um evento para a imprensa e após para  um grupo de clientes do portal VivaReal. O DMI também está disponível para download através do site www.vivareal.com.br/dmi que também possui recursos de gráficos interativos e comparações. 




Abaixo os principais dados sobre o cenário do mercado imobiliário de 2014:
  • Tivemos redução no PIB em 2014, contudo isso não impactou diretamente a demanda por imóveis residenciais;

  • A taxa de desemprego continua diminuindo. Por este motivo, maior parcela da população possui renda e, consequentemente, a possibilidade de adquirir um imóvel;

  • Crescimento das classes A/B e também da classe C. Podemos notar uma melhoria significativa na distribuição das classes sociais no Brasil em um período de 10 anos.  

  • O financiamento imobiliário no Brasil representava cerca de 2% do PIB em 2008, atingindo cerca de 9% em 2014. Este número ainda tem um grande potencial de expansão quando comparamos com os percentuais de outros países;
  • A inflação continua aumentando no Brasil, afetando o mercado imobiliário de forma negativa, possibilitando uma alta nos custos das construções e reformas, e consequentemente aumentando o valor final do imóvel, e diminuindo o poder de compra das famílias;

  • As cidades com imóveis mais caros do Brasil são (valor do metro quadrado): Brasília R$7.609 m/2 - Rio de Janeiro R$ 7.333 m/2 - São Paulo R$ 6.733 m/2;

  • Das cidades analisadas, Goiânia é a cidade com valor de metro quadrado mais barato do país - R$ 3.621



  • As principais valorizações dos preços dos imóveis ocorreram nas cidades de Curitiba e Florianópolis (36,2% e 35,2%, respectivamente);

  • Entre as cidades analisadas, somente três delas tiveram valorização dos preços de imóveis abaixo do índice IPCA Nacional do período: Salvador (6.2%), Rio de Janeiro (2,1%) e Belo Horizonte (0,6%);

  • Rio de Janeiro e São Paulo assumem as duas primeiras posições com os maiores preços medianos de imóveis para aluguel (R$ 44,12/m² e R$ 35,90/m², respectivamente);

  • Fortaleza tem o preço mais baixo de metro quadrado para locação no país, R$ 12,90 m/2;

  • No país, 38% das pessoas procuram imóveis para locação, enquanto esses imóveis representam 9% da oferta do inventário total. No mercado de venda de imóveis, a oferta representa 91% e a demanda, 62%;

  • A maior demanda no mercado imobiliário é por imóveis entre 51 m² a 100 m². Seu percentual representa 51%, enquanto a oferta é de 41%;

  • 68% da demanda de imóveis é para imóveis de até R$ 350 mil, enquanto que a oferta para esta faixa, representa apenas 29%;

  • O bairro mais caro do Brasil é o Leblon, que possui valor de metro quadrado médio R$ 23.631;



Clique aqui para baixar o relatório completo, e saber mais informações.





Relatório: Dados do Mercado Imobiliário 2014 e perspectivas para 2015 Reviewed by Mariana Ferronato on 00:26 Rating: 5
All Rights Reserved by Marketing Imobiliário - Marketingimob © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.