Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Destaqu

Dias melhores, depois do Dia do Corretor - Republicado


Por Mariana Ferronato

Escrevi o artigo abaixo em agosto de 2012, após o Dia do Corretor. Apesar de um ano ter passado, o conteúdo, o alerta e até mesmo a certa indignação ainda persistem. Vale a republicação do conteúdo!


Encerrada a euforia do Dia do Corretor, aproveito o espaço no Marketingimob para desejar (e alertar) que pelo menos um pouco de toda esta valorização que imobiliárias e construtoras atribuíram ontem  ao corretor, saia do papel. Sem querer destruir o sonho estampado nos e-mails marketing, sabemos que apesar de existirem empresas e empresários fantásticos, a maioria ainda trata o corretor imobiliário como um profissional substituível, não lhe dando o devido respeito. Pouco investimento em qualidade de trabalho, pouco investimento em qualificação profissional, pouca valorização da vida pessoal, estimulando sempre o trabalho ao limite. Vocês sabem, quem acha que corretor por ser "autônomo", literalmente entre aspas, tem uma vida mais livre está completamente equivocado. 

Entre outros fatores igualmente deprimentes como a visão de muitas imobiliárias que lotam sua equipe comercial, não levando em consideração a capacidade de comercialização da empresa / por corretor, afinal o que importa é a empresa vender mais, além do estimulo a competitividade exagerada, e a meritocracia injusta, onde quem vende bem, não importa, pode ser o quão antiético desejar com seus colegas. 

Sim, isto é um desabafo de quem vive oito nove anos nos bastidores de empresas imobiliárias, e de quem valoriza muito o corretor imobiliário e acredita naquilo que muitas empresas dizem por dizer, o "realizador de sonhos". É fato, e não adianta negar, que neste nosso mercado existem muitos profissionais (se é que assim podemos chamar) sem ética alguma, mas particularmente acredito que o exemplo deve vir de cima, do topo da pirâmide, fato que muitas vezes não acontece no "sistema" do mercado. Só assim teremos a mudança tão almejada da imagem de nosso segmento e dos profissionais imobiliários. 

Como no título deste post, que dias melhores apareçam, e que os cerca de 250 300 mil corretores imobiliários existentes no Brasil sejam tão valorizados assim como nos e-mails marketing de construtoras e imobiliárias  #ProntoFalei!

Dias melhores, depois do Dia do Corretor - Republicado Reviewed by Unknown on 01:28 Rating: 5

9 comentários:

  1. Marina Parabens !!!

    É exatamente isso que passa no nosso meio e não podemos ficar calado, temos que nos unirmos e procurar melhores condições e respeito a nossa categoria.
    abraços
    Lucio Carvalho ( Bonfim )

    ResponderExcluir
  2. Bela explanação Marina. As empresas "empregadoras", querem apenas numeros para apresentar as empresas construtoras e assim poderem dizer quão grande é sua força de vendas. Na hora "H" porém, são sempre os mesmos elegidos pelos seus gerentes e muitas vezes irmãos, mães, pais, filhos, primos, etc.....
    Essa é a realidade.
    daí, a desvalorização por todos do nosso trabalho.
    Somos desmoralizados pelos clientes e tambem pelos "patrões".

    ResponderExcluir
  3. Bom Dia, Mariana:
    Parabéns pelo comentário, direto e verdadeiro. Pelas razões descritas e pela falta de ética e respeito de colegas e imobiliárias é que resolvi, no início deste ano, cancelar minha inscrição no CRECI/RS. Afora isto, o fato de que o próprio Conselho (CRECI) pouco ou nada faz pela categoria. Nos jornais e internet há uma enxurrada de anúncios para corretagem disfarçados com outras nomenclaturas e, mesmo denunciados, nada é feito. Meu sentimento é que a profissão está muito desvalorizada, sendo que o que importa é vender, de qualquer maneira, não importando os meios utilizados.

    Abraços e Sucesso!
    Fábio.

    ResponderExcluir
  4. a unica forma de construtoras e imobiliárias respeitarem o profissional corretor de imóveis é sofrendo ações trabalhistas para o reconhecimento de vínculo! a inumeros casos Brasil a fora em que juízes estão dando ganho de causa para corretores X imob/construtoras pois eles remuneram mal (mesmo já estando ricos) oferecem péssimas condições de trabalho e tiram a oportunidade de atendimento do corretor quando enchem os stand´s sendo assim o corretor passa a ser um pedindo ou um bem intencionado palhaço! a solução é buscar na justiça o vínculo somente assim eles irão respeitar a classe!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Marina!!

    Perfeita explanação.

    Infelizmente contudo, acho q vc terá que publicar por muitos e muitos anos ainda ..

    Att - Fabiano

    ResponderExcluir
  6. Os profissionais autônomos, principalmente os corretores merecem totalmente nosso respeito.

    Imóveis Ponta Grossa

    ResponderExcluir
  7. A profissão de corretor no Brasil ainda precisar ser muito valorizada, ganhando seu devido valor.

    ResponderExcluir
  8. Marina. Acabei de ler seu comentário e gostaria de expressar meu sincero respeito pelo que disse.
    Façamos de nosso trabalho uma extensão de nossos conceitos e predicados. Sejamos retos, honestos, profissionais e acima de tudo fiéis a tudo o que gera bem estar e compromisso com a verdade. Até negociando imóveis. E que as Imobiliárias e Construtoras/Empreendedoras façam o mesmo.Grato

    ResponderExcluir

All Rights Reserved by Marketing Imobiliário - Marketingimob © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.